Monumentos precários: luto (im)possível e lápides de papel em K. Relato de uma busca