'Cross fertilization' e 'Fragmentation of international law' na jurisprudências das cortes internacionais sobre a competência dos Estados em matéria de nacionalidade